terça-feira, 15 de agosto de 2017

Vai comprar Flores para levar ao Hospital? 3 cuidados necessários


Ao visitar um amigo, conhecido ou familiar no hospital, é comum pensar em comprar flores para fazer um agrado ou até mesmo surpreender.
Porém, muita gente fica em dúvida sobre quais são as melhores espécies para demonstrar seu apreço, o que o hospital diz a respeito e qual a ocasião mais indicada para tal ação.
Para lhe ajudar nessa tarefa, listamos 3 cuidados essenciais para evitar contratempos e agradar em cheio no mimo. Confira!

1. Fique atento às normas do hospital

Por melhor que seja a sua intenção ao comprar flores para dar a alguém que esteja em um hospital, é de suma importância que você verifique com antecedência se, de fato, será possível entregá-las ao paciente.
Isso porque muitas instituições têm normas específicas que limitam a entrada das plantas a apenas algumas espécies e outras que vetam qualquer tipo de flor.
As razões são inúmeras, podendo estar ligadas desde ao tamanho do quarto e eventuais alergias ao pólen até a possibilidade de infecções e contaminações — especialmente para os internados com doenças imunodeficientes como o câncer.
Por isso, não abra mão de certificar que você está seguindo as regras de visitação do lugar e prezando pela saúde de todos que estão ali.

2. Pense na ocasião ao comprar as flores

Você confirmou que está liberado levar flores? Então, é hora ficar atento a outro cuidado muito importante: a ocasião em que elas serão entregues.
Afinal, existem situações de celebração e felicidade e outras que valorizam a discrição e o bom senso. Portanto, é essencial saber distingui-las.
Por exemplo, mulheres que acabaram de ter filhos ou pessoas que passaram por um tratamento ou cirurgia de sucesso vão adorar receber um presente colorido e cheio de vida que impulsione os ânimos e seja uma demonstração de carinho e estima.
Contudo, aqueles que estão convalescendo, perderam um familiar ou receberam uma notícia triste podem se sentir incomodadas com um buquê ou vaso similar. Por essa razão, repense suas escolhas.

3. Opte pelas espécies ideais

Além da ocasião, outro detalhe é fundamental: o tipo de flor que você levará ao hospital. Espécies que demandam mais cuidados para sua manutenção, por exemplo, não são uma boa aposta.
O mesmo vale para aquelas que possuem fragrâncias muito fortes e que podem incomodar o paciente, principalmente se houver uma exposição prolongada a elas.
Além disso, espécies de plantas espinhosas também não são uma boa opção, pois não apenas tem um apelo estético menos delicado como ainda podem machucar. Nessas circunstâncias, o indicado é escolher entre girassóis, gérberas, margaridas e tulipas.
Todas elas são agradáveis, fáceis de cuidar e extremamente sutis no odor, deixando o ambiente mais positivo, alegre e com um toque de cor que certamente ajudará em sua recuperação.
Seguindo os cuidados que apontamos ao longo deste texto, não será difícil comprar flores que sejam uma lembrança adequada do seu carinho, atenção e apreço ao seu amigo ou parente hospitalizado.
Gostou das nossas dicas? Aproveite o tema e descubra quais são as melhores ocasiões para presentear com flores!