terça-feira, 7 de março de 2017

Rosas importadas: afinal, o que elas têm de tão diferente?


A história de amor da humanidade com as rosas existe há muito tempo. Os romanos as consideravam um símbolo de Vênus, a deusa do amor. A rosa está presente na literatura e até o famoso Shakespeare lhe dedicou alguns sonetos. Neste post vamos falar sobre as características e particularidades das rosas importadas, que, no Brasil, tornaram-se as favoritas de quem gosta de presentear.

A qualidade das rosas importadas

Durante décadas, as rosas disponíveis no mercado brasileiro eram produzidas no próprio país e respeitavam a produção sazonal. Mas para quem gosta de viver rodeado de flores, é importante tê-las o ano todo. É por isso que cada vez mais as rosas importadas, vindas de regiões tropicais que conciliam bem a baixa temperatura das grandes altitudes (acima de 2 600 m) e a incidência direta do sol, fazem sucesso.
Na Colômbia, a rosa é a flor mais exportada, devido à sua qualidade. Por exemplo, elas chegam a ter o dobro do tamanho das rosas produzidas no Brasil. O Equador, por compartilhar das características climáticas da Colômbia, também vem se destacando no mercado devido à boa qualidade de suas rosas.
As rosas colombianas e equatorianas possuem tamanho grande e cores mais vivas do que as produzidas em outras partes do mundo. Os botões podem medir até 11 cm. Devido a tais características, elas vêm sendo muito usadas na ornamentação de ambientes, buquês ou ramalhetes de flores e em diversos arranjos florais. Além disso, elas podem ser encontradas nas cores vermelha, cor-de-rosa, lilás, amarela, branca e até laranja.
Cultivar rosas não é tão fácil. E mais difícil é o transporte através de milhares de quilômetros, sendo necessário manter a aparência saudável e elegante dessas flores, que são seres vivos propensos a murcharem. Nos campos de cultivo, as rosas florescem à temperatura média de 15 °C, e a temperatura ideal de armazenamento e transporte deve ser um pouco acima do ponto de congelamento, ou seja, acima de 0 °C.
O resfriamento, por sua vez, não deve ser brusco, para não matar as rosas. Cada país possui seus métodos de protegê-las, que inclui regá-las antes da viagem, desinfetar os talos e separá-las com cartões. Depois de preparadas, elas chegam ao Brasil em aviões, e isso justifica o seu preço um pouco acima do das rosas nacionais.

Um excelente presente

É comum ver um namorado aproximar-se cuidadosamente de sua namorada com um buquê de rosas em ocasiões especiais, por exemplo, o Dia dos Namorados. As mães também são presenteadas com rosas no dia dedicado a elas.
Mas não apenas as mulheres podem ser presenteadas com rosas. Essas flores são utilizadas como adorno de ambientes festivos e como manifestações de carinho, independentemente do gênero de quem presenteia ou recebe. Esse gesto é mundialmente conhecido e com o passar dos anos só tem se fortalecido. O presente pode vir acompanhado de vinhos e chocolates.
Seja para um amigo, noiva ou noivo, familiar ou para chamar a atenção de uma pessoa especial, a rosa importada é um presente infalível. É um presente natural, que pode expressar sentimentos e substituir palavras, por um momento, com seu aroma, cor e potente significado, que tem sido cultivado por poetas, pintores, músicos e por qualquer um que aprecie a beleza inigualável dessa flor.
Se você quer comunicar que ama alguém, dê rosas importadas vermelhas. Elas simbolizam o amor, a paixão e o enlace matrimonial. Já as brancas demonstram admiração e respeito. Para montar arranjos florais, compre rosas com cores mais discretas. O amor sublime e puro pode ser manifestado por meio das cor-de-rosa e lilases, e os desejos de alegria e felicidade são representados pelas rosas amarelas.
Se você gostou de saber mais sobre as rosas importadas, compartilhe este conteúdo com seus amigos nas redes sociais.