terça-feira, 3 de novembro de 2015

Presentes de fim de ano: 4 dicas para Presentear com Vinhos


Segundo uma antiga lenda persa, o vinho foi descoberto por uma das concubinas do Rei Yamshid. Banida do seu harém e desiludida, a concubina resolveu se matar tomando um certo tipo de “veneno”: o líquido produzido pelas uvas que eram guardadas e acabavam “estragando”. Só que em vez da morte, a concubina experimentou sensações de extremo prazer e alegria — e acabou por reconquistar o Rei e encantá-lo com sua desenvoltura.
Lendas sobre o vinho, independente de sua origem, sempre estão relacionadas a coisas como alegria, prazer, celebração e compartilhamento. Por isso, nada melhor do que presentear pessoas queridas ou impressionar nos presentes de fim de ano escolhendo a dedo uma bela garrafa de vinho. Para todos os gostos, ocasiões e paladares, as opções são muitas, mas é bom atentar-se para alguns pontos. Confira nossas dicas para acertar na escolha!

Pesquise sobre o presenteado

Como para qualquer presente, é delicado e atencioso informar-se o máximo possível sobre os gostos do presenteado — se for alguém mais íntimo, facilita bastante. Caso não seja, pergunte para amigos ou pessoas em comum sobre os seus gostos. Observe o estilo de vida, preferências, vale até mesmo uma olhada em redes sociais para saber um pouco mais sobre a pessoa!

Escolher o vinho

O que precisamos considerar pra fazer uma boa escolha? Pensar em responder a algumas perguntas já é um bom começo:

Quanto quero gastar?

Há bons vinhos em qualquer categoria, basta saber procurar aqueles com o melhor custo-benefício. Nossos vizinhos argentinos e chilenos produzem excelentes rótulos, mas nós não ficamos para trás: as vinícolas brasileiras têm investido muito na qualidade da produção. Uma dica bacana é pesquisar por pontuações: há revistas, guias e masters of wine que degustam milhares de vinhos por ano, como Robert Parker, um famoso ex-advogado que deixou a carreira para se dedicar ao mundo dos vinhos após descobrir seu talento para memorizar os sabores de todos os que toma. Como exemplo das pontuações do seu ranking: vinhos com pontuação de 90 a 95 são considerados excelentes; acima disso, já são considerados raros e extraordinários.

Qual o clima do lugar em que o vinho será consumido?

Se é um vinho para climas quentes, aposte nos brancos, rosés ou nos vinhos verdes (típicos de Portugal e muito refrescantes). Os tintos jovens também caem bem em noites de verão. Deixe os tintos encorpados para serem degustados pelos que vivem em lugares mais frios ou vão passar férias nas montanhas, por exemplo.

O presenteado entende de vinhos ou ainda está começando a apreciar?

Para apreciar os mais complexos, é preciso um certo treino. Por isso, se seu presenteado ainda está começando no mundo dos vinhos, aposte naqueles que não tem uma “personalidade” tão “difícil”. Uma boa dica é o Concha y Toro Malbec. A Concha y Toro é a vinícola mais famosa do Chile e a uva Malbec, de origem francesa, resulta em vinhos frutados e macios, bons para introduzir os estreantes.

Espumantes para não errar nos presentes de fim de ano

Presentear no fim do ano traz a vantagem de ser época de confraternizações e festas de Natal e Réveillon: isso já faz com que presentear com espumantes seja uma ótima pedida! Compartilhar uma garrafa de espumante com amigos e família já é parte dos nossos rituais de agradecimentos e boas-vindas ao novo ano. E não deixa de ser uma forma de desejar coisas boas ao presenteado, por tudo o que simboliza.

Um vinho, um amor e duas taças

Se você decidiu presentear um amor com vinho, parabéns! Saiba que é um presente com muito valor agregado! Inclua duas taçasfloreschocolates e pronto: está criado o cenário de um momento para ser dividido e gravado na memória. Dentre os melhores presentes de fim de ano, certamente estão aqueles que podem ser vivenciados e divididos.
E então, tem mais alguma dica bacana para fazer bonito nos presentes de fim de ano? Tem mais ideias de como agradar na escolha do vinho? Não deixe de contar pra gente nos comentários!